15 abr, 2019

CRÔNICA: AMOR

Depois de tantos anos o nosso sonho finalmente se realizou. Surgiu pequeno, como um broto de feijão que unia os nossos dois corações e foi crescendo ao passo que era alimentado todos os dias. Você entrou na minha vida sem aviso e ao passo que as horas corriam, eu me sentia sempre mais próxima de ti, sem ao menos saber do que se tratava, fui deixando essa distância entre nós dois diminuir e o broto de feijão se tornar maior.
Com tantas batidas do meu coração era difícil escutar algo de fora, mas para ser bem sincera eu nem me importava de não entender contando que estivesse com você. Eu balançaria a cabeça para qualquer coisa que você me perguntasse na tentativa de arrancar um sorriso seu, aquele que me acompanhou até aqui e que me livra até do maior dos males.
Quando eu sonhava em te encontrar, não sabia que seria assim e nem até onde chegaria. Me surpreendi todas as vezes com o que destino me apresentou e dentro de mim uma enorme gratidão cresceu, era tudo além do que eu poderia desejar e muito mais do que eu deveria merecer.
De fato era um confidente, companheiro, melhor amigo e comediante que estava do meu lado e que ainda continua no mesmo lugar. De todos os lugares possíveis para ficar, ele escolheu esse e eu escolhi ele.
Até hoje pergunto aos céus, o que fiz para ganhar alguém assim? O que quer que tenha sido, por favor me avise. Farei dez vezes mais.

Tags:

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário